A Importância do Sono

Quando pensamos em melhorar a nossa performance pessoal (físico ou mental), ou quaisquer transformações corporais, seja de perda ou ganho de peso, pensamos imediatamente em nutrição, treino e organização como os vectores mais importantes.

Mas uma boa noite de sono é tão importante quanto esses outros vectores. Infelizmente nos dias que correm estamos a dormir menos e, com pior qualidade.

Estudos de entidades como a PLoS Medicine ou a Obesity Society encontraram ligações fortes entre o excesso de peso e períodos de privação de sono.

Quem nunca experienciou estar tão cansado que só apetece comer para ter energia?

A privação de sono irá criar um desequilíbrio na produção da hormona que estimula o apetite (Grelina) e da hormona que nos dá a sensação de estarmos saciados (Leptina). Esta dança desequilibrada fará com que pessoas com menos descanso consumam mais calorias.

Outro factor de impacto da privação de sono, o discernimento mental.

Provou-se também que o cansaço acumulado influencia o correcto funcionamento do nosso lobo frontal, a parte do cérebro que está encarregue das tomadas de decisão. Ora, está explicado porque é que quando se está muito cansado, as escolhas dos alimentos que se vão ingerir são sempre terríveis – alimentos altos em calorias, hidratos carbono e gordura.

Andas a treinar regularmente e não vês resultados a acontecerem?

Também poderá ser por estares com uma rotina de sono defeituosa.

A produção da hormona de crescimento (GH) também ocorre durante o sono. Se andas a dormir pouco, então o teu corpo poderá não estar a produzir suficiente hormona para te auxiliar na reconstrução muscular.

E se estes factores não fossem suficientes, a privação de sono poderá também baixar o nosso metabolismo basal. O organismo entra em modo de preservação – irá trabalhar mais devagar, logo irá queimar menos calorias. Se queima menos e nós ingerimos mais, é fácil descobrir onde irá morar o excedente.

Além de se verificarem alterações hormonais significativas, o cansaço acumulado não ajuda em nada a motivação para treinar.

Treinar cansado não nos permite estar completamente atentos ao que se passa no nosso corpo e em nosso redor. Acabamos por facilmente descurar a técnica correcta do exercício, logo é meio caminho para surgirem lesões.

E isto torna-se um ciclo vicioso porque se dormimos pouco, ganhamos peso, e com excesso de peso, iremos certamente ter uma pior saúde de sono.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *